Logo Prefeitura de Salvador

Informações complementares

Publicado: 15/08/2022-16:59

Convidados – III Jornada do Patrimônio Cultural Salvador

Publicado: 15/08/2022-16:54
Paraibana de nascimento, baiana de formação e sergipana de coração. Mãe de Amora Maciel e educadora apaixonada pelas artes e culturas. Bacharel em Artes Plásticas, Mestre em Artes Visuais e Doutora em Arquitetura e Urbanismo, todos pela UFBA. Docente adjunta de História e Teorias das artes, e Vice-chefe do Departamento de Museologia da UFS, co-criadora e docente permanente do PPGCULT, Mestrado Interdisciplinar em Culturas Populares da UFS, membro do Grupo de Pesquisa Musealização da Arte: poéticas em narrativas. Minhas áreas de atuação são: Artes visuais; Processos criativos; Museus, coleções e patrimônio, e Manifestações culturais tradicionais.

É doutor em história da arte pela Universidade do Porto, Portugal; especialista em Cultura e arte barroca pela Universidade Federal de Ouro Preto; Bacharel em Museologia/UFBa e Licenciado em Letras com Francês/UCSal. Professor de História da Arte da Escola de Belas Artes da UFBA; Pesquisador CNPq2. Pesquisa a ornamentação das igrejas baianas, séculos XVIII a XX; arte popular; maquinetas entre outros temas da história da arte brasileira.

É escritor e professor de Literatura da UNEB (Universidade do Estado da Bahia) no curso de Licenciatura em Língua Portuguesa e Literaturas, Doutor em Difusão do Conhecimento (UFBA), Mestre em Literatura (UFBA) e Licenciado em Letras Vernáculas (UFBA). É Sócio do IGHB (Instituto Geográfico e Histórico da Bahia) e editor das Coleções Vertentes Culturais da Literatura na Bahia e Leituras de Letras e Cultura. Colabora, com frequência, em jornais de grande circulação, blogs e tem publicado artigos em livros, revistas e periódicos.
é arquiteto graduado pela UFBA, na qual também obteve os graus de Mestre e Doutor em Arquitetura e Urbanismo. Em 2015, realizou estágio de Pós-Doutorado na Escola de Urbanismo de Paris. De 1986 e 1989, coordenou o Projeto Especial de Recuperação e Revitalização dos Sítios Históricos de Salvador – PERSH, trabalhando em conjunto com Lina Bo Bardi e equipe. Foi Diretor de Patrimônio Cultural da FGM (1990), Superintendente do IPHAN, na Bahia, e Diretor de Patrimônio Material do IPHAN (2003/2004). É Professor Associado da Faculdade de Arquitetura da UFBA.
Arquiteto (UFBA, 1967); Mestre em Geografia (USP, 1981); Doutor em Arquitetura e Urbanismo (USP, 1998). Docente da FAUFBA desde 1968. Professor de Arquitetura e Urbanismo da UnB (1973). Professor Titular da FAUFBA concursado. Foi Coordenador de Cursos de Pós-Graduação; Vice e Diretor da FAUFBA, Prefeito dos Campi da UFBA. Consultor da CAPES, CNPq, FAPESP, FAPESB e FAPEX. Participou de Concursos de Arquitetura com premiações e membro de júri (IAB). Atua em projetos, planos diretores e consultoria a órgãos públicos (OCEPLAN, ISP, IURAM, CONDER, SEPLANTEC, Prefeituras etc.). Coordenador de pesquisas em urbanismo, planejamento e acadêmicas (PPGAU-UFBA). Tem livros e capítulos de livros, artigos, publicados em ANAIS de Seminários e Congressos. Premio 1º lugar, na categoria livro (IAB e ANPUR): Formas Urbanas: cidade-real & cidade-ideal (2015 2ª edição). Além de (outras) Cartas de Atenas (2001) e 10 necessárias falas (2010), coletânea de ensaios e capítulos de livros em outras edições.
É arquiteto e urbanista, mestre e doutor em arquitetura e urbanismo pela UFBA, instituição na qual é, atualmente, professor associado. É Pesquisador do CNPq e membro do Conselho Consultivo do IPHAN e do Conselho Deliberativo do ICOMOS Brasil. Foi Presidente Nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Secretário Executivo da Federación Panamericana de Asociaciones de Arquitectos (FPAA), pesquisador visitante junto à École d'Urbanisme de Paris, e professor visitante em diversas universidades estrangeiras, especialmente na Itália. Autor, dentre outros, da Coleção “Arquitetura moderna na Bahia (1947-1951)”, publicada pela EDUFBA em 2019 com patrocínio do Fundo de Cultura da Bahia e que recebeu, em 2021, o Prêmio da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (ANPARQ) na categoria “melhor obra autoral”. 
É graduada em Arquitetura e Urbanismo pela EAUFMG (1994), Pós-Graduação pelo IX CECRE UFBA (1996), Mestrado (2001) e Doutorado (2013) pelo PPGAU-UFBA com Estágio no Exterior na Università degli Studi di Roma, La Sapienza (2007). Atualmente é Professora Adjunta da FAUFBA e membro do corpo docente do Mestrado Profissional em Conservação e Restauração de Monumentos e Núcleos Históricos (MP-CECRE/UFBA) e do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPGAU-UFBA). Foi Coordenadora do MP-CECRE/UFBA de (2017-2020) e Coordenadora Acadêmica da FAUFBA (2014-2016). É membro do ICOMOS, DOCOMOMO e Rede PHI. Secretária executiva do Comitê Científico Brasil de Ensino de Patrimônio e membro do Comitê Científico Brasil de Teoria ambos do ICOMOS. Pesquisadora dos Grupos de Pesquisa LAB20, Projeto, Cidade e Memória e História da Cidade e do Urbanismo. Como Arquiteta atuou junto ao Programa Monumenta no cargo de Especialista em Patrimônio / UEP Laranjeiras/SE (2004-2005).
Artista visual, antropólogo, escritor Artista visual desde 1965 e designer gráfico desde 1967. Exposições individuais em Salvador, Paris e São Paulo; exposições coletivas no Rio, em S. Paulo, Recife; e em Nova York e Dallas; em Paris, Grenoble, Villeparisis, Varenne-sur-Seine e Blois (França); Kyoto e Kamakura (Japão). Trabalhos em acervos de museus e coleções públicas: Salvador, São Paulo, Campina Grande (Paraíba), em Munique (Alemanha), Havana (Cuba), Santiago do Chile, e East St. Louis (EUA). Doutor em Antropologia pela EHESS de Paris em 1986. Dois livros publicados; O candomblé da Barroquinha: Edições Maianga, 2006, 2ª edição esgotada em 2010; A mitologia maldita, Edufba, 2021. Professor da UFBA (FACOM e IHAC) de 1994 a 2014. Aposentado na compulsória.
Arquiteta e urbanista (FAU-MACKENZIE - 1993), historiadora (FFLCH-USP, 1995); mestre (PPGAU-UFBA, 2001); doutora (ETSAB-UPC, 2006). Atualmente realiza pós-doutorado no PPGAU da UFF. É professora da FAUFBA e do PPGAU-UFBA. Atua nas áreas de história, teoria e crítica da arquitetura moderna, com ênfase na produção arquitetônica e urbana soteropolitana durante o século XX. Também possui pesquisas relacionadas com as teorias de restauro sobre a arquitetura moderna e a obra de Lina Bo Bardi.
Graduado em medicina. Graduado em flauta , com mestrado em composição musical. Músico profissional desde os 14 anos , 1962, tendo uma experiência musical nacional e internacional, eclética. Na orquestra Sinfônica da UFBA tocou por 36 anos,  foi músico e diretor musical de trios elétricos, Balé Brasileiro da Bahia, músico de grupos de choro, bossa-nova, música experimental, orquestras de baile. Trabalhou por 10 anos , não seguidos , com Walter Smetak,  tocou nos dois discos dele. Trabalhou nos grupos de Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil , Maria Bethânia , fez parte , como flautista e saxofonista dos Doces Bárbaros originais (1976). Tocou em  quase 50 carnavais, em Salvador , no Brasil e no exterior. Fez a trilha de sete longa metragens , duas delas premiadas,tem composições gravadas por Elza Soares, Gal Costa, Caetano Veloso, entre outros. Seu show autoral Novas Aventuras no País do Som ganhou os prêmios Caymmi de melhor show e melhor direção musical em 2015. Foi por duas vezes ao Japão como parte da equipe de João Gilberto. Tem 2 discos Autorais 
Tuzé de Abreu e Contraduzindo.

Anexos – Edital Polos Boca de Brasa

Publicado: 12/08/2022-13:53

Aqui, você conferes todos os anexos exigidos pelo Edital.

CMC

Publicado: 20/06/2022-7:57

Constitui-se em uma instância de participação social, em que ocorre articulação entre o Governo Municipal e a Sociedade Civil, por meio de organizações culturais e segmentos sociais, para analisar a conjuntura da área cultural no Município.

Café-Teatro Nilda Spencer

Publicado: 14/06/2022-15:04

O Café-Teatro Nilda Spencer foi inaugurado em 07 de outubro de 2019. O espaço, vinculado à Gerência de Espaços Culturais da FGM(GECULT/FGM), está localizado na Ladeira da Barroquinha, Centro de Salvador, e homenageia a atriz e agitadora cultural baiana Nilda Spencer, que foi diretora por três vezes da Faculdade de Teatro da UFBA. O Café possui estrutura para cozinha e um salão para serviço, que permite também apresentações artísticas. A intenção é que o equipamento cultural possa agregar a gastronomia e artes em um mesmo lugar. Em 2020, o espaço contou com uma ocupação que mesclava essas duas dimensões, o projeto foi selecionado em 2020 pelo Edital de Ocupação e Dinamização dos Espaços Culturais da FGM. As atividades desta ocupação tiveram de ser remanejadas para o ambiente virtual, por conta da pandemia do Covid-19, e podem ser conferidas no canal do Café Teatro no Youtube.

O Café-Teatro Nilda Spencer está aberto para receber atividades diversas, desde apresentações a ações formativas, voltadas para gastronomia ou demais áreas artístico-culturais.  

Solicitação de pauta 

Para solicitar uma pauta no espaço acesse o “Formulário de Pedido de Pauta”, no botão abaixo. Após o preenchimento e envio do formulário, nossa equipe analisará a disponibilidade de pauta e a nossa capacidade de atendimento da atividade. Depois disso, entraremos em contato com você. Lembramos que o preenchimento do “Formulário de Pedido de Pauta” não garante ou confirma a realização da atividade no espaço cultural. A pauta só estará confirmada após realização de visita técnica e assinatura do contrato de pauta. 

Você pode acessar o rider técnico e outras informações como plantas baixas e fotografias do espaço cultural no botão a seguir!  

Dúvidas e informações sobre pauta: pauta.nildaspencer@gmail.com 

Contato: 71 32027880 

ESPAÇO CULTURAL DA BARROQUINHA

Publicado: 05/06/2022-12:48

O Espaço Cultural da Barroquinha é vinculado à Gerência de Espaços Culturais da FGM (GECULT/FGM), possui dois ambientes e prioriza em sua programação a diversidade e o respeito que se manifesta na arte e na cultura. O primeiro espaço é a Sala Mário Gusmão, com disponibilidade de 130 lugares, onde se realizam os espetáculos artísticos. A sala homenageia o ator, escritor, compositor e dançarino Mário Gusmão, primeiro aluno negro da Escola de Teatro da UFBA. Ele foi um dos pioneiros a divulgar a produção artística da Bahia, sendo reconhecido nacional e internacionalmente pelo seu trabalho.

Já a Galeria Juarez Paraíso é um espaço de difusão da produção das artes visuais de Salvador. A sua existência é uma ação de reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo artista, caracterizado por um vasto conjunto de obras públicas como esculturas, murais e calçadões em praças e edifícios da cidade.

Solicitação de pauta

Para solicitar uma pauta no espaço acesse o “Formulário de Pedido de Pauta”, no botão abaixo. Após o preenchimento e envio do formulário, nossa equipe analisará a disponibilidade de pauta e a nossa capacidade de atendimento da atividade. Depois disso, entraremos em contato com você. Lembramos que o preenchimento do “Formulário de Pedido de Pauta” não garante ou confirma a realização da atividade no espaço cultural. A pauta só estará confirmada após realização de visita técnica e assinatura do contrato de pauta.

Você pode acessar o rider técnico e outras informações como plantas baixas e fotografias do espaço cultural no botão a seguir!

Dúvidas e informações sobre pauta: pauta.ecb@gmail.com

Contato: 71 32027880

Skip to content